Como a divisão de tarefas pode ajudar em sua vida sexual

      Comments Off on Como a divisão de tarefas pode ajudar em sua vida sexual

Recentemente viralizou nas redes sociais o post de Kate Lane a mãe do Jorge (saiba mais sobre o caso), vocês devem ter lido algo sobre o assunto, mas vamos relembrar.

Kate postou a foto do bilhete que recebeu na agenda de seu filho e a resposta ao bilhete causou bastante discussão. A escola faria uma comemoração para a chegada do Outono, e mandou um bilhete pedindo para que as crianças levassem ingredientes para uma salada de frutas.

Para quem tem filhos em idade escolar sabe que essa é uma pratica bastante comum. Até aí nada demais.

O que surpreendeu foi a resposta de Kate para a coordenadora, sugerindo que a escola não direcionasse os recados diretamente às mães e explicou: “Entendo que muitas vezes é a mãe quem se encarrega das tarefas domésticas e dos filhos, mas precisamos lembrar que “papais” também são responsáveis e que muitas crianças são criadas por outros membros da família, como avós, tios, tias, etc.

Assim, seria uma maneira de não repetirmos esse discurso que só responsabiliza a mãe/mulher pelo cuidado com a casa e filhos (as) ”.

Adorei a reposta da Kate, ela está de parabéns. É desse novo olhar que o mundo precisa, chega de rotular o que é tarefa da mulher e o que é tarefa do homem, e achar que a responsabilidade da educação dos filhos é apenas da mulher. Esse tipo de conceito já não serve mais nos dias atuais.

Fato é que hoje cada vez mais as mulheres estão no mercado de trabalho, inclusive exercendo funções que antigamente eram destinadas apenas aos homens. Ainda que ganhando menos que eles para exercer os mesmos cargos (esse é um assunto que falaremos em outro post).

O importante aqui, que quero compartilhar com vocês é que precisamos parar de achar que tarefas domesticas e os cuidados com os filhos só dizem respeito a mulher. A grande maioria das mulheres casadas e com filhos estão no mercado de trabalho, dividem as responsabilidades financeiras com seus parceiros, e porque não dividir também as tarefas diárias da casa e os cuidados com as crianças?

A mulher tem a mesma carga horaria que o homem em seu local de trabalho e quando chega em casa, quem é que vai para a cozinha? É ela a responsável pelo jantar, cuidados com a casa e com as crianças enquanto os homens estão cansados demais para ajudar.

Veja bem, não estou generalizando, conheço muitos homens que “ajudam” suas parceiras com as tarefas de casa, mas ainda são a minoria. A maior parte dos homens e até as próprias mulheres ainda tem esse pensamento de que é dela, exclusivamente, a obrigação de cuidar da casa.

Tem alguns papais por aí, que não sabem nem qual a serie o seu filho (a) está cursando. Espero que esse não seja o seu caso, mas acredite, existe.

Papais, vamos participar mais! Essa fase é única e passa muito rápido, você vai ver, quando menos esperar eles crescem e nem querem mais que você os leve até a porta da escola.

Ah, a palavra correta a ser usada não é “ajudar” e sim dividir, porque ajudar significa fazer favor, e essa é uma tarefa que deve ser dividida entre o casal para que nenhum dos dois fique sobrecarregado.

Além do fato de que a presença masculina na vida das crianças tem uma grande relevância, não deve ser vista como uma obrigação e sim como momentos importantíssimos que devem fazer parte do desenvolvimento da criança.

Procure transformar as tarefas em algo prazeroso para a família assim não vai ficar pesado para ninguém.

Agora o que tudo isso tem a ver com a vida sexual?

Tudo! Uma mulher que trabalha fora, com carga horária de 08 a 10 horas por dia, pega transito e ainda tem que chegar em casa cuidar dos afazeres domésticos, das crianças, vai se deitar lá pelas tantas, com certeza está exausta no final do dia, dificilmente estará disponível para um momento de prazer com seu parceiro.

Vale lembrar que não é nem questão falta de lubrificação feminina (ou a chamada secura vaginal). A questão é outra. Muitas vezes além de cansada ela está frustrada, porque a vida real é bem diferente daquela que imaginamos antes de se casar.

Ah, os benditos contos de fadas…

Já comentei algumas coisas parecidas nos outros posts, algumas dicas para ajudá-la a relaxar e tal. Agora vamos falar da correria do dia a dia mesmo, não é fácil para ninguém essa jornada dupla de trabalho. O mundo atual está exigindo cada vez mais de nós, o trabalho está sugando cada vez mais o nosso tempo. Fora a crise financeira e política, tudo contribuindo para acabar com a nossa qualidade de vida.

Além do cansaço físico, o emocional também fica abalado, ficamos cansados, sem energia, sem disposição. Mas se houver parceria entre o casal certamente a coisa flui.

Então, bora lá dividir as tarefas? Cada um dá o seu melhor, se as crianças tiverem condições de ajudar, deixe que elas participem desse momento. Procure criar um bom clima na casa, uma atmosfera harmoniosa, de alegria, para que esse momento não seja um fardo para ninguém.

Sua mulher vai saber reconhecer o marido maravilhoso que tem ao seu lado, um parceiro que ela sabe que pode contar a qualquer momento, e esse é o maior afrodisíaco que pode existir em uma relação…

Se ela estiver descansada, com menos afazeres, lhe sobrará tempo para se olhar no espelho, tomar um banho mais demorado, entrar em contato com ela mesma, relaxar e ir para o quarto ficar ao lado daquele que é o seu parceiro para todas as horas.

Ainda, se for preciso recorrer a fatores estimulantes que vão além da vida cotidiana, sempre é possível encontrar remédios que aumentam o desejo e o prazer da mulher. Claro que não dá para fazer esse tipo de abordagem toda hora, mas uma vez ou outra sempre é saudável tentar algo novo.

Aí é só aproveitar! Um boa noite de sexo será revigorante para o casal, afinal tem coisa melhor do que ter e dar prazer? A troca de energia, recarrega as baterias, e ao amanhecer o seu dia estará mais colorido e apaixonante.