Como a divisão de tarefas pode ajudar em sua vida sexual

      Comments Off on Como a divisão de tarefas pode ajudar em sua vida sexual

Recentemente viralizou nas redes sociais o post de Kate Lane a mãe do Jorge (saiba mais sobre o caso), vocês devem ter lido algo sobre o assunto, mas vamos relembrar.

Kate postou a foto do bilhete que recebeu na agenda de seu filho e a resposta ao bilhete causou bastante discussão. A escola faria uma comemoração para a chegada do Outono, e mandou um bilhete pedindo para que as crianças levassem ingredientes para uma salada de frutas.

Para quem tem filhos em idade escolar sabe que essa é uma pratica bastante comum. Até aí nada demais.

O que surpreendeu foi a resposta de Kate para a coordenadora, sugerindo que a escola não direcionasse os recados diretamente às mães e explicou: “Entendo que muitas vezes é a mãe quem se encarrega das tarefas domésticas e dos filhos, mas precisamos lembrar que “papais” também são responsáveis e que muitas crianças são criadas por outros membros da família, como avós, tios, tias, etc.

Assim, seria uma maneira de não repetirmos esse discurso que só responsabiliza a mãe/mulher pelo cuidado com a casa e filhos (as) ”.

Adorei a reposta da Kate, ela está de parabéns. É desse novo olhar que o mundo precisa, chega de rotular o que é tarefa da mulher e o que é tarefa do homem, e achar que a responsabilidade da educação dos filhos é apenas da mulher. Esse tipo de conceito já não serve mais nos dias atuais.

Fato é que hoje cada vez mais as mulheres estão no mercado de trabalho, inclusive exercendo funções que antigamente eram destinadas apenas aos homens. Ainda que ganhando menos que eles para exercer os mesmos cargos (esse é um assunto que falaremos em outro post).

O importante aqui, que quero compartilhar com vocês é que precisamos parar de achar que tarefas domesticas e os cuidados com os filhos só dizem respeito a mulher. A grande maioria das mulheres casadas e com filhos estão no mercado de trabalho, dividem as responsabilidades financeiras com seus parceiros, e porque não dividir também as tarefas diárias da casa e os cuidados com as crianças?

A mulher tem a mesma carga horaria que o homem em seu local de trabalho e quando chega em casa, quem é que vai para a cozinha? É ela a responsável pelo jantar, cuidados com a casa e com as crianças enquanto os homens estão cansados demais para ajudar.

Veja bem, não estou generalizando, conheço muitos homens que “ajudam” suas parceiras com as tarefas de casa, mas ainda são a minoria. A maior parte dos homens e até as próprias mulheres ainda tem esse pensamento de que é dela, exclusivamente, a obrigação de cuidar da casa.

Tem alguns papais por aí, que não sabem nem qual a serie o seu filho (a) está cursando. Espero que esse não seja o seu caso, mas acredite, existe.

Papais, vamos participar mais! Essa fase é única e passa muito rápido, você vai ver, quando menos esperar eles crescem e nem querem mais que você os leve até a porta da escola.

Ah, a palavra correta a ser usada não é “ajudar” e sim dividir, porque ajudar significa fazer favor, e essa é uma tarefa que deve ser dividida entre o casal para que nenhum dos dois fique sobrecarregado.

Além do fato de que a presença masculina na vida das crianças tem uma grande relevância, não deve ser vista como uma obrigação e sim como momentos importantíssimos que devem fazer parte do desenvolvimento da criança.

Procure transformar as tarefas em algo prazeroso para a família assim não vai ficar pesado para ninguém.

Agora o que tudo isso tem a ver com a vida sexual?

Tudo! Uma mulher que trabalha fora, com carga horária de 08 a 10 horas por dia, pega transito e ainda tem que chegar em casa cuidar dos afazeres domésticos, das crianças, vai se deitar lá pelas tantas, com certeza está exausta no final do dia, dificilmente estará disponível para um momento de prazer com seu parceiro.

Vale lembrar que não é nem questão falta de lubrificação feminina (ou a chamada secura vaginal). A questão é outra. Muitas vezes além de cansada ela está frustrada, porque a vida real é bem diferente daquela que imaginamos antes de se casar.

Ah, os benditos contos de fadas…

Já comentei algumas coisas parecidas nos outros posts, algumas dicas para ajudá-la a relaxar e tal. Agora vamos falar da correria do dia a dia mesmo, não é fácil para ninguém essa jornada dupla de trabalho. O mundo atual está exigindo cada vez mais de nós, o trabalho está sugando cada vez mais o nosso tempo. Fora a crise financeira e política, tudo contribuindo para acabar com a nossa qualidade de vida.

Além do cansaço físico, o emocional também fica abalado, ficamos cansados, sem energia, sem disposição. Mas se houver parceria entre o casal certamente a coisa flui.

Então, bora lá dividir as tarefas? Cada um dá o seu melhor, se as crianças tiverem condições de ajudar, deixe que elas participem desse momento. Procure criar um bom clima na casa, uma atmosfera harmoniosa, de alegria, para que esse momento não seja um fardo para ninguém.

Sua mulher vai saber reconhecer o marido maravilhoso que tem ao seu lado, um parceiro que ela sabe que pode contar a qualquer momento, e esse é o maior afrodisíaco que pode existir em uma relação…

Se ela estiver descansada, com menos afazeres, lhe sobrará tempo para se olhar no espelho, tomar um banho mais demorado, entrar em contato com ela mesma, relaxar e ir para o quarto ficar ao lado daquele que é o seu parceiro para todas as horas.

Ainda, se for preciso recorrer a fatores estimulantes que vão além da vida cotidiana, sempre é possível encontrar remédios que aumentam o desejo e o prazer da mulher. Claro que não dá para fazer esse tipo de abordagem toda hora, mas uma vez ou outra sempre é saudável tentar algo novo.

Aí é só aproveitar! Um boa noite de sexo será revigorante para o casal, afinal tem coisa melhor do que ter e dar prazer? A troca de energia, recarrega as baterias, e ao amanhecer o seu dia estará mais colorido e apaixonante.

5 cuidados para uma pele mais saudável

      Comments Off on 5 cuidados para uma pele mais saudável

A pele é sem dúvidas o nosso melhor cartão de visitas. Ter uma pele bem cuidada é sinônimo de saúde e bem-estar. Não é à toa que todas as figuras públicas, famosos e personalidades importantes têm extrema preocupação com esse órgão que é o maior e um dos mais frágeis do nosso corpo.

Conosco também não pode ser diferente. Precisamos cuidar de nossa pele para mostrarmos boa aparência e principalmente para não termos problemas futuros, como  doenças dermatológicas.

Para que você possa cuidar melhor de sua pele, deixando-a mais bonita e saudável não basta muita coisa. Trouxemos 5 dicas que vão te ajudar muito nisso! Então fique atento a cada palavra. Valerá a pena.

Identifique o seu tipo de pele

Esse é sem dúvidas o primeiro passo a ser tomado e um dos mais importantes. Para cuidar melhor de sua pele você precisará saber qual é o tipo de pele que tem. Se é oleosa ou seca ou mista.

Ambas necessitam de cuidados, mas são cuidados diferentes. Por isso a importância em identificar. Cada tipo de pele tem um tratamento específico, ou seja, quem tem a pele oleosa não pode ter os cuidados de quem tem uma pele seca, e isso faz sim toda a diferença. Nunca esqueça disso.

Hidratação é tudo

Assim como o nosso corpo precisa ser hidratado, a pele também necessita. Portanto, é de extrema importância que você use cremes hidratantes recomendados de acordo com o seu tipo de pele (oleosa, mista ou seca).

Além disso é primordial o consumo de água, sim, pois a água é fundamental para dar a beleza que sua vida precisa, é um dos melhores hidratantes, sendo que o consumo é de no mínimo dois litros por dia.

Alimentação

Uma boa alimentação é sem dúvidas um dos principais deveres para quem quer cuidar da pele. Coma muitas frutas e legumes, pois eles são ricos em colágeno, fibras e vitaminas que vão deixar as células de sua pele mais nutridas.

Não esqueça: Uma alimentação balanceada é o “combustível” que sua pele precisa para ser saudável.

Filtro solar é essencial

Com todo esse aquecimento global, efeito estufa etc. Nossa pele fica mais exposta a problemas como o câncer de pele e outras doenças. Por isso é fundamental usar o protetor solar, que serve como um filtro dos raios ultra violetas provenientes do sol.

Lembre-se: o protetor solar é essencial! Ele é último a ser passado na pele, não importa para onde você vai, se vai ter sol, não esqueça o protetor na bolsa ok! Ah, evite usar protetores que deixam sua pele com o aspecto oleoso, existem muitas marcas no mercado com esse probleminha e assim não fica legal.

Dermatologista sempre

E por fim, mas não menos importante, as periódicas visitas a um dermatologista de sua confiança. Não adianta ir a um médico somente quando está com problemas. Se você puder ter esse acompanhamento o ideal é que seja no mínimo, duas vezes ao ano a um dermatologista para que ele possa ver o estado de sua pele.

O que fazer quando é preciso recomeçar? O Encontro!

      Comments Off on O que fazer quando é preciso recomeçar? O Encontro!

Não sou muito de falar sobre o que leio nesse blog, até porque leio de rótulos de qualquer produto, jornal e bula de remédio, a livros de autores renomados, clássicos, outros nem tanto, enfim, sou uma leitora compulsiva assumida. Se eu fosse usar esse espaço para falar sobre tudo o que leio, ou todos os livros, esse blog seria extremamente literário. No entanto, tem um livro que li recentemente que despertou em mim a vontade de fazer um post sobre o mesmo: O Encontro, de Richard Paul Evans.

Minha história com O Encontro começou como todas as minhas histórias com autores e títulos desconhecidos começam: dentro de uma loja de departamentos, em busca de coisas e utensílios domésticos, me pego sempre caminhando em direção às prateleiras de livros. Escolhi alguns títulos cujos autores já me eram familiares, peguei O Encontro, li o resumo do livro, voltei com ele para a prateleira, busquei outros títulos, retornei a O Encontro, e não me lembro como nem quando, mas o livro veio comigo para casa. Abri mão de outros para comprar um livro do qual nunca havia ouvido falar, cuja sinopse não me interessou tanto assim por me parecer um pouco de autoajuda, mas que ainda assim me chamou a atenção de alguma forma.

Li tudo que havia dentro de casa que ainda não tinha sido devorado pelo meu hábito compulsivo adorável da leitura antes de voltar a O Encontro e mergulhar em suas páginas. Quando isso aconteceu, tive uma grata, gratíssima surpresa, ao me ver presa em uma história triste, de amor e de superação, que não me permitiu desgrudar os olhos das páginas daquele livro enquanto não alcancei o seu final.

Na apresentação de O Encontro o autor escreve que “algumas pessoas poderão chamar isso de história de amor. Outras, sem amor, poderão chamar de um relato de viagem. Para mim, é a jornada de um homem em busca da esperança.” Pois para mim, caro Richard, O Encontro é uma história de amor, recheada pelos sentimentos de um homem que inicia sua jornada em busca da Esperança, depois que ele perde tudo o que mais importava e amava em sua vida. É uma história comovente, que me fez refletir em tanta coisa. Me fez pensar no tempo que perdemos buscando o sucesso profissional, a realização de sonhos materiais enquanto deixamos escapar momentos ricos ao lado das pessoas que amamos, mesmo que não tenhamos a menor condição de saber até quando teremos os nossos amores ao nosso lado.

O Encontro, para mim, foi mais do que um relato de uma viagem de um homem em busca da esperança e do seu eu. Foi a constatação de como a vida é frágil, como as relações que construímos na base da confiança podem não ser tudo isso, como o tempo passa rápido, como o que achamos ser prioridade em nossas vidas não é nada se comparada ao grande amor de toda uma vida. Um livro que me emocionou, que me transportou para dentro da história e me fez sentir todas as emoções que o autor sentia enquanto passava por cada situação, e acima de tudo, que me fez acreditar que é possível recomeçar de alguma forma, em algum lugar, mesmo contra todas as probabilidades. Ao mesmo tempo, O Encontro me dava a sensação o tempo todo de que nada é tão ruim que não possa piorar. Ao mesmo tempo que deixava claro que nem o pior dos piores pesadelos pode minar as nossas forças e o desejo de seguir em frente.

Superação. Amor. Esperança. Encontro. O Encontro é isso. E se vale uma dica de leitura, esta é a minha contribuição nesta área. Esta é uma história que pode inspirar você, como me inspirou. O título aqui no Brasil é uma publicação da editora Lua de Papel, pode ser encontrado em todas as livrarias e é apenas o primeiro de uma série de livros que dão continuidade ao relato de um homem em busca de si mesmo e do sentido para sua existência. O segundo é O Caminho. O meu já está encomendado e eu espero ansiosamente que este também me surpreenda, como O Encontro me surpreendeu.

A todos, o meu abraço e até a próxima!

“Não sei o que existe além do horizonte, só sei que a estrada em que eu caminho foi destinada a mim. É o bastante.” (Diário de Alan Christoffersen)

Dicas de vestidos para debutantes

      Comments Off on Dicas de vestidos para debutantes


Está próximo o grande dia: a sua festa de 15 anos.E aí vem a grande dúvida que assola o gênero feminino prestes a debutar: como será o meu vestido para a festa?Isso porque todas querem parecer únicas, inesquecíveis e chamar a atenção a todo custo.

Dependendo do tipo de festa, dá para fazer vestidos mais clássicos, mais ousados e modernos, alguns temáticos… Tudo fica a gosto da própria aniversariante, que é quem manda no dia.

As cores podem sempre variar, algumas adoram cores chamativas, como rosa choque, azul super brilhante, e (pasmem!) até mesmo vermelho…

Mas vamos combinar, fica bem anos 90 e até mesmo brega, porque não é preciso usar a cor mais chamativa do mundo para se fazer notar, até mesmo porque quando se é a debutante, é impossível passar despercebida, afinal, será o centro das atenções da noite. Então, não é preciso parecer uma versão feminina de um integrante da banda restart para ser uma aniversariante que apareça, ok?

Os vestidos de debutantes

Os vestidos para debutantes mais tradicionais costumam ser mais rechonchudos e lembram vestidos de noivas. Esses com mais frufrus, saias mais cheinhas são ainda um clássico, mas pecam no quesito conforto e a mobilidade pode ficar seriamente comprometida, principalmente durante a valsa, que é o momento em que a atenção estará toda voltada para a aniversariante. Então, é bom treinar antes com o próprio vestido para não ser lembrada como a debutante que caiu durante a valsa porque tropeçou no vestido ou porque ele era mais pesado que o próprio corpo.

As mais simples optam por um vestido mais clean com um corte mais prático, porém, não menos bonito e elegante. Nesse caso, as cores clássicas imperam: branco, pérola, marfim, prata… O importante é se sentir confortável e à vontade! O comprimento também fica a critério da aniversariante!

“Precisa ter bordados e brilhos”

Essa ideia de que vestido de debutante PRECISA ter bordados em pedras, miçangas, mil brilhos, mil frufrus, tafetá… É uma ideia completamente antiga e deselegante. Hoje em dia não é preciso de mil artifícios para mostrar “ei, eu estou aqui, olhem para mim!”. Uma debutante elegante, que tenha postura e saiba usar o que está vestindo faz muito mais a diferença e deixa uma impressão de discrição e noção de medida muito melhores do que de uma menina que quer apenas chamar a atenção, e não ser notada pela sua elegância.

Caso a festa seja temática, como de super heróis – por exemplo -, pode-se adaptar uma fantasia que já existe à um vestido! Não é uma ótima ideia? Por exemplo, você quer ir de mulher maravilha, e adapta o short da mesma a um vestido!

Para quem não abre mão de um vestido com camadas e tudo mais, pode sempre ter um reserva para a pista de dança, ou até mesmo fazer um vestido que seja 2 em 1, e uma das partes que incomoda possa ser tirada para que a hora da festa seja só alegria, diversão e falta de preocupação com qualquer incômodo que venha a sentir!

Detalhes de Diva: Testamos: Banho de Lua Cless

      Comments Off on Detalhes de Diva: Testamos: Banho de Lua Cless

Olá Meninas, tudo bem?

Lembram que eu falei aqui sobre os lançamentos da Cless, na Hair Brasil? Pois bem, eu trouxe para casa o “Kit Banho de Lua Lightner Aromatherapy”  para testar.E vou mostrar para vocês o que eu achei!O Kit apresenta 6 passos para a descoloração. É um banho de lua bem completinho!

Vamos ao que interessa:

O 1º passo é a parafina protetora, ela é para ser passada antes da descoloração, para evitar coceira e ressecamento da pele. Lembram que no tutorial eu falei sobre o uso do óleo de amêndoas?

Então, a função é parecida, mas claro que a parafina protege muito mais. O óleo de amêndoas coça menos, mas a parafina pelo menos em mim, nem coçou! E fora que a pele não parece ressecada nem irritada.

2º passo: Depois de passar a parafina, aí é só misturar a água oxigenada e o pó descolorante em um recipiente de plástico e passar a mistura na área desejada.

3º passo: Depois de já ter atingido a cor desejada, aí é hora de tirar a mistura do corpo. Esse sabonete liquido ajuda na retirada do produto.

4º passo: Esse passo você pode utilizar na banho de imersão ou na esponja.

5º passo: O esfoliante, é um passo super importante que garante a qualidade do banho de lua. Esse descolorante tem um nível de abrasão super bom, nem muito forte, nem muito fraco!

6º passo: É outro passo indispensável em qualquer descoloração. Afinal a pele sofre com esse procedimento, e agora é agora de devolver para ela a hidratação que ela merece! Esse hidratante é maravilhoso! Ele é mais denso que os outros, e tem uma hidratação mais forte, além de um cheiro Divino!

O que eu achei:

A proposta do kit é mega interessante, porque nós fazemos esses passos mesmo, então na verdade não aumenta a mão de obra ter 6 passos para seguir. O único passo que eu achei meio desnecessário foi o Sais de Banho, a proposta dele é relaxar a pele, mas como eu uso no chuveiro não vi muita graça em usar na esponja.

O restante dos passos são absolutamente necessários, mesmo que você utilize outros produtos de outras marcas!

A qualidade da descoloração: O volume da água oxigenada é 30, e eu estou acostumada a usar o 40, então achei que o nível de descoloração é mais baixo, para pelos mais grossos que exigem uma descoloração mais potente, como as pernas, sugiro que vocês utilizem o 40, pois o 30 não resolve. Agora para pelos mais finos, como os dos braços e da barriga, aí é tranquilo o volume 30.

A pele: Sem dúvidas esse banho de lua é mais do que um processo de descoloração, é um tratamento de hidratação! A pele fica uma delícia depois de tudo isso! Eu adorei a qualidade dos produtos principalmente a parafina, esfoliante e hidratante, que eu achei que são os produtos que mais valem a pena.

Preço sugerido: R$34,50

Achei um precinho meio alto, afinal o kit garante apenas 2 aplicações. Eu provavelmente usarei esse kit muito mais que isso. Eu já fiz 2 aplicações, e não usei nem 50% dos produtos! Mas acho que valeria a pena, principalmente se os produtos fossem disponibilizados de maneira individual, aí nós poderíamos substituir os produtos que forem acabando, ou comprar aqueles que a gente mais gostar mesmo.

Casamento infeliz o que fazer?

      Comments Off on Casamento infeliz o que fazer?

Em algum momento do casamento nos deparamos com essa grande dúvida será que eu estou feliz como o meu casamento?  não importa quantos anos de casado (a) você tenha, essa perguntar começa geralmente quando algumas áreas do casamento não estão indo bem, área financeira, área amorosa (afeto, carinho, respeito e cuidado), e etc…

Fases ruins no casamento assim como na vida são inevitáveis, elas acontecem e passam. SIM elas passam por mais que no momento em que estamos vivendo pensamos que ela nunca vai acabar, por isso quero dar algumas dicas que vão fazer você olhar esse momento de “infelicidade” no casamento e começar a olhar por outro angulo que o que hoje esta ruim, pode melhorar e melhorar muito a ponta de você daqui a um tempo bem breve rir de toda essa situação vamos lá:

1 – Acreditar

Como tudo na vida temos que acreditar que as situações podem sempre mudar para melhor, se continuamos desacreditados e desanimados que o casamento esta ruim e que você esta infeliz  e não saber o que fazer, a situação vai continuar exatamente como está.

Falo isso não para te colocar mais para baixo de como possa esta, falo isso para te encorajar a acreditar que essa situação vai mudar e juntos vão da a volta por cima e ultrapassar essa barreira seja ela qual for, não espere seu cônjuge comece por você a mudança que deseja ser e isso vai fluir a ponto de seu cônjuge será contagiado por essa mudança e fé em dias melhores, e quando perceberem estarão felizes e fortes e muito mais unidos do que antes dos problemas aparecerem.

2 – Comunicação

O maior problema dos casais do século 21, e a falta de comunicação principalmente por causa da internet e das rede sociais, não estou dizendo que não devemos usa- las mas sim fazer o uso moderada e estabelecendo limites e horários, vejo muitos casais que são para fazer atividades de casais sejam elas jantar, ir ao cinema, ir ao parque e ficam o tempo todo o cara no celular, e é nessa falta de comunicação que mora o perigo, pois não conversamos, não nos expressamos e vamos guardando a mágoa, o rancor.

Nisso vem a tristeza o desânimo e aquele pensamento, estou infeliz no casamento, desabafamos com  facilidade para os “amigos” e na maioria das vezes nosso cônjuge não tem ideia do que esta acontecendo com a gente e como estamos triste e ainda colocamos a culpa nele sendo que muita vezes não falamos e quando falamos só sabemos cobrar, por isso a partir de agora vamos nos comunicar com o nosso cônjuge no começo parece difícil e desafiador, mas aos poucos vira um habito saudável que vai melhorar o relacionamento em 200%.

Lembre de sempre escutar mais do falar, se não saber por onde começar, comece perguntando como o dia, como foi no trabalho e assim a conversa vai acontecer naturalmente, e aos poucos comece a expressar o que sente o que espera do seu relacionamento daquele momento em diante e você vai se deparar com uma melhora extradicionaria no seu casamento.

3 – Não espere seu cônjuge agir, aja você mesmo

Tem uma frase do livro o Poder da Ação do autor Paulo Vieira, recomendo esse livro ele e fantástico, que diz assim “Tem poder quem age e tem mais poder que age certo” ai você me perguntar o que tem a ver essa frase com infelicidade no casamento?

Se você esta lendo essa artigo indica que está triste mais ainda tem esperança que seu casamento pode mudar, se chegou até aqui indica que você realmente que que sair dessa situação e não está procurando o divórcio, e a partir de agora a palavra divórcio tem que ser excluída completamente do seu vocabulário e principalmente dos seus pensamentos, agora que tem já saber as ferramentas.

Ferramentas que parecem tão simples mais que se colocadas em pratica como tudo na vida vão fazer uma diferença enorme primeiro na sua vida e depois no seu casamento, voltamos lá para a frase do livro “Tem poder quem age e tem mais poder que age certo” então não espere por nada e ninguém e comece agir, acreditar e se comunicar até sair dessa situação de infelicidade, para a situação de um casamento feliz e agradável e eu te desejo muita força e fé para essa missão.

O método como aumentar sua estatura do John Pathaday funciona mesmo?

      Comments Off on O método como aumentar sua estatura do John Pathaday funciona mesmo?

Recebo por e-mail muitas mensagens com a mesma pergunta: “O método como aumentar sua estatura do John Pathaday funciona mesmo?”

método como aumentar sua estatura

Confesso que não conhecia muito a respeito desse livro criado pelo senhor John Pathaday, então, para criar uma análise mais completa e segura para vocês, resolvi me aprofundar por 1 mês em ler absolutamente tudo (em fontes confiáveis, e claro) sobre este método de crescimento em estatura.

O autor do ebook diz que qualquer pessoa pode aumentar a sua estatura usando o método ensinado por ele.

Segundo o autor, o método é baseado em biomecânica, e que foi alvo de vários estudos antes de ser divulgado.

Mas, sinceramente, vi muita mentirinha de gente tentando vender esse ebook, e vou te dizer o porquê disso.

Antes de qualquer coisa: Funciona ou não?

Uma das coisas que mais me incomodaram foram a falta de provas de que o método realmente funciona.

Procurei por quase 500 sites relacionados ao assunto e não achei nenhum relato, seja em texto, vídeo ou imagem, que mostrasse alguém que obteve algum resultado com esse método.

Isso sem contar que também não encontrei nada relacionado ao Dr. John Pathaday, é como se ele não existisse!

Materiais falsos são facilmente criados por qualquer um, e visam apenas prejudicar as pessoas, seja vendendo, compartilhando vírus ou divulgando informações falsas ou incompletas para gerar desinformação para as pessoas, fato que acaba contaminando a internet.

Cuidado com informações falsas na internet

Claramente, o método como aumentar sua estatura do John Pathaday é falso, como os milhares de supostos métodos milagrosos que existem na internet, facilmente encontrados em uma simples pesquisa.

Aqui, sempre recomendo apenas o que funciona, e em específico para todas as pessoas que desejam aumentar a estatura de verdade, recomendo apenas o Grow Plus System.

O que é o Grow Plus System?

Trata-se de um manual prático, com relatos reais, que através de exercícios específicos para o alongamento da coluna, pode dar vários centímetros.

E quer saber o melhor?

Funciona para qualquer pessoa em qualquer idade!

É um método que não promete milagres, não engana falando que em pouco tempo você sairá de 1,60 para 1,90.

É uma metodologia séria, com ganhos certos, mas que exige que você faça a rotina de exercícios de maneira constante, além de te dar dicas complementares que farão toda a diferença no resultado final.

Caso queira saber mais sobre o que eu estou falando, clique aqui e saiba mais.

Apenas o Grow Plus System possui um sistema de pagamento com garantia de 7 dias, contém relatos reais e está no mercado a vários anos.

Cabe a você escolher entre o certo ou o duvidoso. mas lembre-se, você é quem vai pagar pelas suas escolhas, então, escolha sempre o correto.

Detalhes de Diva: Pulseiras: fazer ou comprar?

      Comments Off on Detalhes de Diva: Pulseiras: fazer ou comprar?

Vocês já perceberam que eu adoro coisas no estilo Faça você mesma, não é!!! Já postei algumas ideias e tutoriais das minhas “artes”” aqui no blog. A última coisa que eu mostrei pra vocês foi como fazer pulseiras de courinho. E é justamente sobre elas que vou falar.

Na época fazer as próprias pulseiras de courinho foi um máximo, porque eu não achava para vender, quando achava o valor era absurdo e também não eram do meu gosto.

No post eu disse pra vocês que tinha aprendido outros modelos diferentes de pulseira do que aquela que tinha ensinado, só que gente, não rolou fazer os benditos outros modelos.

Na verdade eu até fiz, só que com a mesma corrente (fina) que usei para fazer a do post, mas não ficou legal, o certo era fazer com uma corrente mais grossa.

Aqui na minha cidade eu não encontrava a corrente mais grossa e no estilo que eu precisava, quando encontrava, só a corrente já ficaria caro, contando ainda que teria o tempo e o trabalho de fazer.

Resultado:  desanimei e resolvi esperar.

Nesse tempo de espera tirei um dia para xeretar tudo quanto é loja de biju do calçadão da minha cidade para ver o que compensava, fazer as pulseiras ou comprar pronta?

Foi aí que fuçando no setor de bijuterias da Loja Demanos (sim o nome da loja não é bonito) no centro da cidade que eu encontrei várias pulseiras legais com um preço bem razoável, até mais em conta do que eu gastaria para fazer as pulseiras e não tive dúvidas, comprei várias para que eu pudesse sossegar essa minha fase maluca por pulseiras de courinho.

Todas as pulseiras eu paguei entre R$12 e R$14,00, o que achei bem razoável. E quanto a qualidade, nada espetacular, mas nada muito fubazento também, igual a todas as lojinhas de bijus que temos por aí.

Não vou dizer pra vocês que eu deixei de ser a favor de se fazer as próprias coisas, muito pelo contrário, com certeza ainda vou fazer muita arte. Fazer as próprias coisas tem um gostinho diferente claro, é único, personalizado, mas como no outro post eu disse que financeiramente compensava e muitas vezes é isso que a gente acha, queria ser sincera e mostrar que vale a pena pesquisar, ainda mais se você estiver que nem eu com dificuldades para achar o material e sem tempo.

É claro que se você morar em São Paulo ou tiver facilidade para ir na 25 de março você encontra estes materiais facilmente, muito barato ou até as próprias bijus prontas com um preço menor ainda, tenho certeza que estas que eu comprei vieram de lá rs.

Gostaram das pulseiras? Vocês preferem comprar as coisas prontas ou arriscar no faça você mesma?

Detalhes de Diva: É o sutiã certo?

      Comments Off on Detalhes de Diva: É o sutiã certo?

O sutiã é uma peça indispensável no guarda-roupas de qualquer mulher. Com os mais variados estilos e objetivos, têm os modelos para o dia-a-dia, o modelo para “matar”, para aumentar, para ir na academia..
Porém além de ser uma peça que escolhemos a estampa com cuidado, ele serve não só para enfeitar e dar sustentação. O uso incorreto pode causar dores na coluna, caimento dos seios ou problemas de circulação.

Vocês sabiam que durante a prática de exercícios de impacto, os seios podem balançar até 21 centímetros para cima, para baixo e para os lados, sem um sutiã ou top adequado??? Assustador não?!

Então para não correr esse risco segue alguns aspectos importantes:

– As alças devem estar bem reguladas, alças frouxas deixam o sutiã posicionado de forma inadequada, prejudicando a coluna. Alças muito apertadas comprometem a circulação dos seios.

O modelo tomara que caia não deve ser usado constantemente, além de não ter alças, que ajudam na sustentação, eles geralmente tem um reforço na parte superior, o que “empurra” os seios para baixo.

– Bojos muito apertados tendem a “dividir” os seios, na parte lateral e superior, isso também pode comprometer a circulação. O ideal é que o bojo acomode todo o seio.

– Toráx, geralmente pensamos que os grandes responsáveis pela sustentação dos seios são as alças, porém o fecho também ajuda bastante. Se a parte das costas estiver larga pode prejudicar na sustentação, se estiverem apertadas demais ajudam a saltar as gordurinhas, além de ser desconfortável.

Quem tem seios menores e as costas mais largas podem sentir dificuldades em encontrar um sutiã que acomode bem os seios e não aperte as costas. Uma solução interesse para esse problema são os extensores.

Seios grandes e pequenos

Meninas com seios pequenos tendem a buscar sutiãs com bojo, sutiãs com fecho na frente podem ajudar a dar um aspecto de peitão!

Quem tem seios grande deve se preocupar com a firmeza que o sutiã proporciona, modelos com alças e costas reforçadas podem ajudar.

No site Dama de Copas tem um desenho explicativo muuito bom sobre isso:

No Modelo A a alça pode estar muito apertadas ou parte das costas podem estar largas, assim do sutiã sobe não dando a sustentação necessária, e o ombro pode doer também devido a pressão.

No Modelo B é justamente ao contrário, a alça está muito larga, caindo, e a sustentação não fica boa da mesma maneira.

O Modelo C é o ideal alças ajustadas corretamente e observem que a parte da frente e das costas estão na mesma altura, sem apertar nada!

Agora estamos bem informadas já pra na próxima compra de sutiãs não errarmos no modelo!!! =)

Espero que tenham gostado!
Beijos

Hamburguer com galete de batata

      Comments Off on Hamburguer com galete de batata

Ingredientes

  • Para a galete de batata:
  • 3 batatas médias
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • sal a gosto
  • Para o hamburguer:
  • 720 g de fraldinha moída com gordura
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 2 colheres (sopa) de água
  • sal a gosto
  • pimenta-do-reino moída na hora a gosto (opcional)
  • Para o molho de mostarda de dijon:
  • 4 colheres (sopa) de mostarda de Dijon
  • 1 xícara (chá) de água
  • 1 xícara (chá) de creme de leite (de preferência fresco)

Passo-a-Passo

Passo 1

Para a galete de batata: Preaqueça o forno a 200 ºC (temperatura média-alta). Lave bem, seque e descasque as batatas. Com um mandolim (fatiador de legumes), corte as batatas em fatias finas. Transfira as fatias para uma tigela, regue com 1 colher (sopa) de azeite e misture bem. Pincele azeite em duas assadeiras antiaderentes (que comportem seis galetes, cada). Componha cada uma com 10 fatias de batata, formando uma escama circular. Pincele as galetes com o restante do azeite (com cuidado para elas não desmancharem), tempere com sal e leve para assar por 20 minutos. Com a ajuda de uma espátula, retire as galetes da assadeira. Sirva três galetes por pessoa.

Passo 2

Para o hamburguer: Em uma tigela, coloque a carne, a água, o azeite e misture rapidamente com as mãos. Divida em 4 bolas (180 g cada) e achate, formando o hambúrguer. Coloque sobre uma superfície plana e vá acertando as laterais empurrando para dentro com as mãos. A ideia é formar uma paredinha reta para o hambúrguer ficar alto.

Com o polegar, faça uma marca bem no meio da carne – quando cozinha, a carne infla e, sem a marca, o hambúrguer pode ficar curvado. Se não for cozinhar na hora, leve para a geladeira, pois a carne deve estar bem fria na hora de ir para a frigideira.

Espalhe um pouco de azeite numa frigideira grande e antiaderente, que tenha tampa. Leve ao fogo alto. Caso não tenha uma grande, use duas frigideiras ou faça em etapas, retirando os dois primeiros hambúrgueres 2 minutos antes do tempo e transferindo para o forno. Assim eles terminam de cozinhar enquanto você prepara os outros dois.

Tempere generosamente com sal um lado dos hambúrgueres. Vire e tempere o outro lado. Se quiser, tempere com pimenta-do-reino moída na hora. Quando a frigideira estiver pelando, transfira a carne e tampe. Deixe dourar por 1 minuto e vire. Para um hambúrguer mal passado, deixe no total 4 minutos, virando de minuto em minuto.

Para o hambúrguer ao ponto, são 6 minutos no total. Em cada prato, empilhe 3 galetes de batata. Coloque o hambúrguer por cima e deixe a carne descansar enquanto você prepara o molho. Depois de alguns minutos, a carne fica ainda mais saborosa, pois os líquidos internos se acomodam.

Passo 3

Para o molho de mostarda de dijon: Na frigideira que usou para fazer o hambúrguer, reduza o fogo, coloque a água e tampe. Depois de 30 segundos, abra e misture vigorosamente com uma colher de pau para extrair todo o sabor da carne que ficou grudado no fundo. Acrescente a mostarda e mexa bem. Junte o creme de leite e misture, de preferência com um batedor de arame, até engrossar. Regue sobre o hambúrguer e sirva.